quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Guarda-roupa

O vestido florido que comprei no verão passado não me deixa mais na moda.
Assim como as sapatilhas de balé não me fizeram bailarina.

Tentei, em vão, alcançar a modernidade.
Com um coturno e um apito na mão.
Mas o barulho dos clubes era alto demais.

Dormi, acordei, nenhum pijama vesti.
Vi o veludo molhado embolorar.
O casaco que ganhei no inverno passado não me serve mais.

2 comentários:

Denise Silveira disse...

adorei. bjs!

Marília disse...

efemero esse mundinho, não? mas gosto tanto de resgatar as peças das temporadas passadas e desfilá-las por aí... por exemplo, em 2006 comprei um vestido longo e estampado que usei uma unica vez. agora virou hit de verão e ele tá felizinho indo pra rua toda semana se deixar! reciclagem no armario é o que dá a liga. no melhor carioquês: se liberrrrrrta. agooora, a sapatilha de balé realmente não fizeram de mim uma bailarina. E olha que eu me esforcei nos pliés e pas-des-deux! Tia Ana foi testemunha... Mas isso faz tipo uns 20 anos, na tá hora de superar! hahaha

BJ