sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Pequeno notável







Acho lindo cabelos grandes. Mas, toda vez que tento deixá-los crescer, bate uma vontade de correr para o cabeleireiro. É bem verdade que o comprimento médio é esquisito e não colabora (e que eu não sou muito fã de megahair). Mas tem outros fatores envolvidos nessa conta. Minhas it-girls favoritas - do passado e de agora - tinham cabelos ou bem curtinhos ou Chanel, pelo menos em alguma fase da vida. Dizem que os homens não gostam. Não sei por que. Se os compridos são sensuais, os curtos, além de chics e charmosos, podem ser muito sexy. Enfim, são um sopro novo em meio aos metros de fios que costumamos ver por aí, ainda mais em tempos neo hippies. E você o que acha? Cabelos curtos ou compridos - eis a questão!

4 comentários:

Claudia disse...

Renata,

Ja tive cabelao, mas fico horrivel.
E olha que tenho 1m74m.
Hoje nao da mais mesmo. Acho que nao da para ter cabelao aos 41 anos (mesmo que ficasse bem).
Ja tive curtinho e repicado. Mas eh um trabalho danado, trabalho muito, nao posso ficar escrava de salao para manter o corte toda hora.
Por muito tempo, usei chanel. Depois cansei.
Hoje, estou no medio rsrrs.
Ja tirei mil fotos e vejo que o medio combinou com meu rosto. Todos elogiam o corte. Alias, no corte nao economizo. Faco com uma pessoa otima no Crystal (RJ).
Com o medio, posso fazer um rabo de cavalo, uma escova, um coque moderno, meio soltinho. Eh bem versatil.
Nao trabalho com moda, mas procuro estar bem informada sobre o que fica melhor, etc.
O corte varia muito com a nossa fase. Acho que a cada dez anos mudamos de fase e certamente apuramos o nosso olhar. A idade avanca e o look tem de se adaptar. Nada pior que uma coroa vestida de menininha. Alem disso, a tecnica dos cabelereiros tambem avanca e melhora o corte.

Ana Valéria disse...

já fui uma pocahontas, mas aderi ao curto e amo! agora tô tentando deixar crescer prum chanelzinho... curtos são tuuudo!

Mariana Batistello disse...

cortei a la anne hathaway mas já cresceu e tô morrendo de vontade de cortar mais curto.
Se antes de cabelão eu me senti poderosa e sexy, hj de cabelo "médio" me sinto sexy e moderna. Me olho e me vejo mais segura, mais mulher, menos menininha.

Bjs

Sheyla disse...

Já tive cabelo em vários comprimentos e passei por algumas colorações.
Penso, que temos que estar confortáveis com o nosso cabelo. Quando usei o cabelo bem curtinho, aos 18 anos, fiquei muito bem e feliz. Depois, resolvi deixar crescer e no meio desse tempo, voltei a cortar, mas, aqule corte não me deixou realizada. Atualmente, meu cabelo está abaixo dos ombros e tenho gostado muito dele. Creio que tudo depende da fase em que estamos. Penso, também, que podemos ser elegantes com o cabelo curto ou comprido.
O corte e tamanho do cabelo, quando favorece, pode tornar os dias mais leves, heim? Bjs